Como procurar um cachorro perdido - Plataforma21

COMO PROCURAR UM CACHORRO PERDIDO

Capa do livro Como procurar um cachorro perdido
  • Ficha Técnica
  • Downloads
Título original: Rain Reign ISBN: 9788550700007 Autor: Ann M. Martin Quantidade de páginas: 228 Tradutor: Lavínia Fávero Comprimento: 14 cm Altura: 21 cm Profundidade: 1.6 cm Peso: 0.280 kg Acabamento: Brochura Edição: 1ª/2016 Preço: R$42,90 Ebook: Sim

Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard


Rosa Howard tem quase 12 anos e é obcecada por regras, especialmente as da língua – um sintoma de seu diagnóstico de autismo.

Nem todos entendem bem as obsessões de Rosa e tudo que a torna diferente. Suas professoras, as outras crianças e até mesmo seu pai – uma figura distante, apesar do convívio diário – têm muitas dificuldades em lidar com ela. Felizmente, seu querido tio Weldon e sua cachorra Poça estão sempre presentes.

Porém, quando uma tempestade terrível atinge a cidade onde Rosa vive, Poça desaparece. A menina não tem dúvida: seu pai não deveria ter deixado Poça sair de casa no meio de uma supertempestade.

Rosa precisará encontrar sua cachorra, mesmo que isso signifique quebrar sua rotina e ir a lugares onde ela não está acostumada. E, quando tudo parece estar resolvido, ela encontra os antigos donos da Poça…

Como procurar um cachorro perdido – por Rosa Howard é uma narrativa poderosa e emocionante, contada de forma brilhante através dos olhos de uma menina autista.


Sobre o livro:

 

“Uma história que exalta a força do afeto para o desenvolvimento de qualquer criança, inclusive daquelas com autismo. Leitura essencial para quem quer entender mais sobre a diversidade humana.”
– Andréa Werner, autora do blog Lagarta Vira Pupa

“Este livro não é exatamente sobre autismo. É sobre amor e companheirismo, medo, esperança, libertação de amarras e o que as crianças – todas elas – necessitam, mas nem sempre têm… Leia onde você possa deixar as lágrimas correrem livremente.”
– The New York Times


Destaques:

 

Rosa tem autismo de alto funcionamento, também chamado de Asperger. Oportunidade para conhecer melhor esse universo sob um ponto de vista privilegiado: o da protagonista.

Ver o mundo através dos olhos de Rosa leva o leitor a uma série de questionamentos: Por que há só um modo apropriado de conversar? De expressar os sentimentos? Por que o diferente ainda nos causa tanto estranhamento?

A obra exalta a força do afeto como a melhor base para o desenvolvimento de qualquer criança, incluindo aquelas as que têm autismo. Essencial para combater o preconceito e compreender mais sobre a diversidade humana.

Saúde, comportamento, amadurecimento, perda e família são temas essenciais apresentados de forma delicada e, ao mesmo tempo, realista.