Plataforma21 - A importância da comunidade LGBTQIAP+ na literatura

A importância da comunidade LGBTQIAP+ na literatura

Junho é o mês do Orgulho LGBTQIAP+ e recebemos um convite da Plataforma_21 para falar sobre o assunto, e claro que topamos!

Quem me conhece, sabe que leio de tudo um pouco e infelizmente ainda não temos tantos livros que tragam essa representatividade.

Cadê os personagens gays, lésbicas, bissexuais, transexuais? Cadê os assexuados? Cadê protagonistas que representem e tragam leitura tão boa e interessante como qualquer outra?

Isso a muito tempo me incomoda, tivemos inclusive um caso ridículo de censura vinda do antigo prefeito do RJ, livros que foram classificados como impróprios?! Hein? Quem é ele para classificar um livro como impróprio?!

Eu, como Bacharel em Letras, discordo completamente disso! Não tem essa. Enquanto mãe, digo que os pais é que devem ou não ditar se algo é impróprio ou não para seus filhos menores. Não irei entrar nesse quesito, pois o assunto, não é o preconceito de adultos hipócritas que são pais!

Ler para mim é algo de extrema importância, que sempre incentivei não apenas através do blog, IG, mas também em casa. Tenho dois filhos (hoje, 19 anos a outra 12 anos), achem vocês correto ou não, os filhos são meus e aqui se tem liberdade de expressão, liberdade de ser quem quiser, ler de tudo, diálogo e acima de tudo muito respeito!! Um dos padrinhos da minha filha é homossexual e tenho um baita orgulho dele, pois só nós sabemos o que ele sofreu e como foi se assumir! (Outra coisa bizarra, nunca vi ninguém ir dizer em um almoço de família “com licença, gostaria de informar que sou hétero) pelo amor!

Pra mim é completamente normal ler para fugir da rotina e viajo completamente através das páginas. Conheço N pessoas, sendo da área da saúde que não tem com que conversar, não tem coragem de dizerem quem são de verdade ou coisa parecida, e usam os livros, como uma forma de escape e até como forma de tentar achar seu rumo e se aceitar! Todos merecem e devem se ver representados nos livros (que é o tema de fala de hoje!).

Quero que entendam que meu questionamento que fica aqui não são os livros LGBTQIAP+ apenas. Eu quero conteúdo conforme todos os outros gêneros literários trazem… A literatura não é apenas uma arte, é um espelho muitas vezes da sociedade, sendo assim, todos merecem se ver ali, se sentir próximo de uma história, com um personagem se identificar, se sentirem acolhidos! Sentir amor, empatia, respeito.. porque somos seres humanos com muitas coisas em comum e tantas outras particularidades que nos tornam únicos!

Toda forma de amor é válida! Que fique claro que esse blog e demais redes do mesmo repudia qualquer forma de preconceito! O mundo precisa de mais empatia e amor! Sem dúvidas e começando por mais publicações que tragam representatividade, já contamos com diversos livros do gênero, mas ainda percebo uma carência nessa área! Editoras! Melhorem isso! Leitores, se retirem de suas bolhas e leiam conteúdos fora da rotina. Uma coisa garanto, leitura agrega sempre e em diversos sentidos!

Karini Couto

Karini Couto

Sou a Karini Couto, carioca, 36 anos e em constante evolução pessoal. Acredito que esse é nosso propósito, evoluir cada vez mais como pessoas. Formada Bacharel em Letras – Língua Portuguesa, e técnica de enfermagem, atualmente continuo estudando, pois conhecimento nunca é demais. Minha paixão pela leitura vem desde criança (11anos), quanto pegava livros escondido para ler (Ágatha Christie, Sheldon, clássicos e alguns de banca – minhas permissões era apenas para os gibis, mas já naquela época eu era uma pequena devoradora de livros!). Sonho um dia trabalhar (ganhar dinheiro) junto a alguma editora, já pensou, trabalhar com aquilo que mais ama em relação a profissão?! Deve ser incrível! Aceitando propostas! Rsrs

Tags

Comentários

comentários